FANDOM


Altruísmo e ajuda

Pessoas se importam

  • Criança se afogando (ver vídeo da TLYCS, ou o vídeo do crash course (1:50-4:46))
    • Imagine que no caminho para o trabalho você passa por um lago onde vê uma menina se afogando e não há ninguém por perto para ajudar. Você poderia ajudá-la entrando no lago, mas iria arruinar suas roupas e sapatos novos. Se não ajudá-la imediatamente ela provavelmente irá morrer.
    • Você a salvaria?
    • Agiria diferente se outras pessoas estivessem passando por ela sem fazer nada? E se esta criança não estivesse se afogando na sua frente, mas sofrendo de uma doença tropical em um país na África subsaariana, isto faria diferença? Se em vez de estragar seus sapatos, tivesse de pagar para que pudessem comprar remédios para ela?
    • Esta não é uma situação hipotética, todos os dias muitas pessoas morrem por causas facilmente preveníveis. E há formas de nós evitarmos isto.
  • Menina atropelada na China: [1] (vídeo do Peter Singer)
    • Uma menina de dois anos de idade saiu andando da loja dos pais e foi atropelada por uma van. O motorista para, depois de atingir a criança com as rodas em cima dela, antes de prosseguir. O acidente foi todo gravado.
    • 18 pessoas passaram por Wang Yue sem ajudá-la, e uma segunda van passou por cima de suas pernas antes que alguém acionasse o alarme.
    • Ela foi levada às pressas para o hospital, onde foi tratada por uma semana antes de morrer.
    • Você teria parado para ajudar?
    • Cerca de 6,9 milhões de crianças morreram de doenças evitáveis em 2011, são 19 mil crianças por dia.
    • Faz diferença se estas crianças não estão na nossa frente, mas estão longe e são de outra nacionalidade?
    • Todos nós podemos ajudar a salvar vidas como a destas crianças. Podemos gastar menos com coisas que não precisamos e salvar algumas destas crianças com doenças evitáveis.
    • Obs: Foi noticiada uma ligação telefônica do motorista na qual ele menciona que o custo legal de pagar pelos danos do atropelamento é muito menor que o custo potencial de um tratamento se ela sobrevivesse [2].

Filantropia

  • Doação no mundo:
    • A quantidade total de dinheiro doada por ano nos Estados Unidos, Austrália, Reino Unido, Suíça, Rússia e China é maior que US$410 bilhões[3].
    • O relatório da Fundação Giving USA estima que 72% do montante doado em 2014 nos EUA (US$358 bilhões) venha de doadores individuais [4].
    • Dos US$358 bilhões doados, cerca de 32% foi destinado a organizações religiosas (US$115 bilhões), 15% para educação (US$54 bilhões), 15% para educação (US$54 bilhões), 12% para serviços humanitários (US$42 bilhões) e 12% para fundações (US$41 bilhões) [4].
    • Doações individuais representam 5x o volume de todas as fundações combinadas [5][checar ref original].
  • Doação no Brasil:

Você pode ajudar

Impacto da doação

  • Ao longo de um ano, doando R$100 por mês, pode-se:
    • Comprar 61 mosquiteiros antimalária [6]
    • 311 tratamentos contra esquistossomose [6].
    • Comprar o equivalente a quatro anos de vida saudável [6].
  • Ao longo de uma vida doando você pode salvar várias vidas.

Seu dinheiro fará mais bem lá fora

  • Um médico no Quênia custa 9x menos do que um nos EUA.

Atenção exagerada

  • Tragédias naturais
  • Jéssica caiu no poço (1987): [3]
  • Batkid
    • Em 2013, Miles Scott, um garoto de 5 anos com leucemia terminando 3 anos de tratamento foi escolhido pela Make-a-Wish Foundation para ter um desejo realizado, o de ser Batman por um dia [7].
    • Make-a-Wish Foundation é uma organização que realiza desejos de crianças com doenças graves, ela opera em 46 países [8] e tem um custo médio de US$7500 para atender um desejo [9].
    • A campanha para recrutar voluntários foi muito bem sucedida, e conseguiu apoio de em torno de 10-12 mil pessoas [7].
    • Foi criado um itinerário bastante elaborado no qual o garoto vestido como Batkid encontrou Batman e resolveram crimes pela cidade, salvando uma mulher amarrada a linha dos bondes de São Francisco, impedindo Charada de assaltar um banco, enfrentando o Pinguim e recebendo a chave da cidade do prefeito de São Francisco ao final, e uma mensagem em vídeo do presidente Obama [7].
    • O evento mobilizou dezenas de milhares de pessoas e teve um custo estimado US$105 mil dólares para a cidade, coberto por doações filantrópicas [10].
    • O caso foi amplamente reportado pela mídia do mundo inteiro com um alcance estimado de mais de um bilhão de pessoas. Foi feito um documentário contando a história [7].
    • BatKid saves transformed 'Gotham City' - Reportagem da CNN sobre o evento
    • Official Batkid video - Vídeo promocional da Make-a-Wish Foundation
    • Was ‘Batkid’ a Waste of Money? - KQED News - Um comentário crítico sobre o caso, da perspectiva do Altruísmo Eficaz.

Negligência

  • Crise de fome em Bengala, Peter Singer
  • UNICEF [11]
    • A Unicef estima que 16.000 crianças menores de 5 anos morrem a cada dia de causas facilmente remediáveis nas regiões mais pobres do mundo [12].
    • Estas são boas notícias, já que o número vem caído a cada ano e diminuiu 53% em relação a 1990, quando 35 mil crianças morriam por dia [12].
    • Faz diferença que estas crianças não estejam ao nosso redor? Que estejam distantes? [11]
  • Barbeiro, Eliane Brum [13]
  • Malária vs. calvície
  • Doenças tropicais negligenciadas
  • Genocídio de Ruanda
    • Um dos maiores genocídios da história recente, em 1994 cerca de 800.000 pessoas (cerca de 20% da população) foram mortas em Ruanda em escala nacional num período de 100 dias [14].
    • O caso foi marcado pela omissão internacional em intervir no massacre [15].
    • Em abril de 1994 foi noticiado internacionalmente que há 3 semanas Tutsis estavam sendo mortos nas ruas de Ruanda a facadas e que o número de mortes já havia chegado a 200 mil [16].
    • Depois da tortura e morte de 10 soldados Belgas da Missão da ONU, a ONU recolheu suas tropas em Ruanda (passando de 2500 para 270 soldados). Após uma pedido do secretário geral ao Conselho de Segurança, houve um esforço e cerca de 5000 soldados foram enviados, após muitos empecilhos e atrasos [17].
    • As novas tropas só chegaram dois meses e meio depois, após o fim do massacre com um golpe de estado pelos rebeldes Tutsis [18].
    • O comandante da ONU que estava no local estima que se tivessem chegado antes as tropas poderiam ter prevenido dezenas de milhares de mortes [16].
    • A hesitação internacional em intervir é em grande parte atribuída a uma missão de intervenção internacional com resultados trágicos ocorrida na Somália no ano anterior.
  • Massacre do Boko Haram na Nigéria: [4]

Causas

Malária

Pobreza extrema

Organizações e intervenções

Eficazes

  • Deworm the world initiative

Ineficazes

  • Cão guia vs. cirurgias de catarata: São dois tipos de projetos a fim de ajudar pessoas cegas com eficiências muito diferentes; treinar ou importar um cão guia no Brasil custa cerca de 25 mil reais [20] (e cerca de US$40 mil nos EUA [21]), em comparação a cirurgias de catarata que algumas organizações como a Himalayan Caract Project fazem por US$25 [22]. Uma diferença de custo de mais de 300 vezes.
  • Play pump
    • (cap 1. Doing good better)
  • Scared straight
    • (cap 5 Doing good better)
  • One Laptop Per Child
    • Projeto internacional aplicado em mais de 30 países em desenvolvimento para distribuir laptops de baixo custo para uso escolar.
    • O projeto foi apoiado pela ONU e por empresas grandes incluindo AMD, eBay e Google.
    • O objetivo inicial de desenvolver um laptop por US$100 não foi atingido, com o custo final acima de US$200. Um custo alto considerando que 40% da população vive com menos de US$2 por dia.
    • Os laptops foram distribuídos sem assistência técnica ou um programa de treinamento para professores.
    • O projeto não teve pilotos para avaliar sua eficácia pré-implementação.
    • Estudos mostraram que o projeto não melhorou as pontuações dos estudantes em língua e matemática [23].
  • Paraquedismo para caridade [24]
    • Campanhas de arrecadação de fundos por meio de paraquedismo são comuns no Reino Unido, entre 1991 e 1995, aproximadamente 1500 pessoas pularam de paraquedas para arrecadar doações.
    • Das 120.000 libras arrecadadas, após tirar os gastos da campanha, apenas 45.000 foram para a caridade.
    • Houve 163 ferimentos causados pelos saltos gerando um custo total de 610.000 ao serviço de saúde público. No total, para cada 1 libra doada a caridade, 13 libras foram gastas com custos ao serviço de saúde público.

Fraudes

  • Entre 2008 e 2012, as ongs Cancer Fund of America, Cancer Support Services, Breast Cancer Society e Children's Cancer Fund of America, desviaram cerca de US$187 milhões em doações de tratamentos em hospitais, transporte de pacientes, quimioterapia e remédios. O dinheiro foi usado em restaurantes, roupas e viagens turísticas. [25] [26]

Avaliação

  • A GiveWell avaliou 83 caridades americanas em 2008 [27]:
    • Das 83 eles recomendam 2.
    • 4 outras fizeram estudos de avaliação de impacto, 2 sem impacto, 1 com um impacto pequeno, 1 com um impacto considerável mas apenas para um pequeno conjunto de atividades da organização.
    • 15 conduziram avaliações baseadas em comparações pouco confiáveis
    • 62 não fizeram nenhuma avaliação formal
  • David Anderson da Coalition for Evidence-Based Policy diz que a vasta maioria dos programas sociais nunca foi avaliada, e a maioria (~75%) das avaliações rigorosas realizadas mostram efeitos fracos, nenhum efeito ou negativos, e dá diversos exemplos incluindo softwares educacionais e programas de alfabetização familiar [28]

Realizações

  • Erradicação da varíola: 1/3 do financiamento foi por doações de caridade, matou 300 milhões de pessoas só no século XX. Não há casos registrados desde 1977. (achar referências)
  • Quase erradicação da poliomelite: Rotary e WHO (achar referências), por ex., reduziram de 350.000 casos por algumas centenas ao ano.
  • Quase-erradicação do verme da guiné e cegueira de rio.
  • Grande redução nos casos de:
    • Malária (desde 2000 as mortes caíram 25%),
    • Sarampo (caíram 75% desde 2000)
    • Esquistossomose (em Ruanda caiu 80%)

Carreiras eficazes

Recomendações da 80000 hours [29]:

  • Earn to give: finanças, TI, consultoria, medicina, direito [30].
  • Advocacy: causas e políticas
  • Pesquisa em áreas de alto impacto
  • Empreendedorismo
  • Terceiro setor

Impacto do Altruísmo Eficaz

  • Doação dos EAs
  • Organizações
  • Campanhas

Altruístas Eficazes

Earn to give

  • Julia Wise e Jeff Kaufmann: Casal que pretende viver com 6% de sua renda e já doa US$100 mil por ano [31].
    • Julia é assistente social e Jeff é engenheiro no Google, em Medford Massachusetts.
    • Doam mais de 30% desde que saíram da faculdade e tem aumentado gradualmente a cada ano.
    • Jeff mantém um registro público de doações em seu site e Julia tem um blog onde fala sobre altruísmo.
  • Matt Wage: estudante de filosofia que foi pra Wall street e doa 6 dígitos por ano (2 primeiros parágrafos [5]) [6]

Fundadores

  • Toby Ord: [32] (reportagem sobre Toby Ord)
    • Toby é pesquisador assistente de Filosofia, na Universidade de Oxford.
    • Influenciado pelo ensaio Famine, Affluence and Morality de Peter Singer (1971) [33] concluiu que com o dinheiro que ele provavelmente ganharia ao longo de sua carreira acadêmica, ele poderia doar o suficiente para curar a cegueira de 80.000 pessoas em países em desenvolvimento, e ainda ter o suficiente para um padrão de vida perfeitamente adequado.
    • Fundou a organização Giving What We Can para espalhar essa informação, para unir pessoas que querem compartilhar parte de suas rendas, e pedir às pessoas para se comprometerem a doar 10% do que ganharem em toda sua vida para a luta contra a pobreza global.
    • Se comprometeu a viver com 18.000 libras por ano -- isso é menos que US$30.000 -- e doar o restante a essas organizações.
    • Toby é casado e tem uma hipoteca.
  • GiveWell [34]
    • Em 2007 oito amigos queriam doar para as caridades que fazem o maior bem.
    • Queriam saber (1) O que elas fariam com o dinheiro doado e (2) Que evidência tinham que suas atividades estavam de fato beneficiando as pessoas.
    • Depois de uma pesquisa exaustiva, concluiram que não habia informação publicamente disponível para responder suas questões e que consegui-las exigiria muito trabalho e pesquisa.
    • A fim de obter e disponibilizar esta informação criaram a GiveWell, uma ong dedicada a pesquisar e publicar esta informação, para trazer transparência e um foco maior em custo-efetividade no mundo da filantropia.
    • Holden Karnofsky e Elie Hassenfeld, dois dos amigos, deixaram seus empregos como analistas de investimento para trabalhar em tempo integral da GiveWell.

Outros

  • Grandes filantropos
  • Brian Mullaney, um publicitário bem sucedido, queria fazer filantropia baseada em evidências [35].
    • Depois de colaborar com uma ONG chamada Operation Smile, que fazia missões levando médicos para fazer cirurgias plásticas corretivas em países pobres, criou outra chamada Smile Train, que treina médicos em países pobres a fazer as cirurgias por um custo menor.
    • A fim de angariar mais fundos, começou a estudar as motivações que levavam as pessoas a doar dinheiro.
    • Mullaney desconfiava que além do desejo de ajudar os outros, e do sentimento coloroso por ajudar, as pessoas também doavam por não conseguir dizer não a solicitações após serem expostas a uma situação emocionalmente comovente.
    • Com base nesta hipótese elaborou uma estratégia bem inusitada de captação de fundos: propunha que as pessoas doassem uma vez, e nunca mais recebessem uma solicitação novamente.
    • Ele testou sua estratégia; as cartas a potenciais doadores davam a opção de receber cartas com notícias sobre a organização, e a opção de doar uma vez e nunca mais receber cartas.
    • A estratégia foi um sucesso: O número de doadores dobrou, as pessoas doaram ligeiramente mais e curiosamente, apenas 1/3 dos doadores optou por não receber mais cartas.
    • No final, a nova estratégia aumentou as doações totais em 46%, e reduziu os custos de mandar cartas (aos que não tinham mais interesse em doar).
    • A Smile Train é atualmente a 72ª maior ONG de caridade dos EUA [36].
    • Levitt analisa o caso e sugere que a estratégia de Mullaney funcionou primariamente porque a abordagem direta mudou o framing da relação de uma relação de venda e compra para uma de colaboração. Além disso foi uma abordagem original, franca e que dá maior controle ao doador.
    • Obs: A GiveWell fez uma análise da Smile Train, e não aprovou por falta de informações sobre o uso da receita e controle de qualidade das cirurgias e programas educacionais.

Veja também

Referências

  1. Chinese hit-and-run toddler dies - Telegraph
  2. Think like a freak - Chapter 6: Like giving candy to a baby. Steven D. Levitt, Stephen J. Dubner. 2014
  3. Globally, how much money is donated to charity each year?
  4. 4,0 4,1 Giving USA
  5. http://www.givewell.org/about/story
  6. 6,0 6,1 6,2 https://www.givingwhatwecan.org/get-involved/how-rich-am-i/?country=BRA&income=12000&adults=1&children=0
  7. 7,0 7,1 7,2 7,3 Batkid - Wikipedia
  8. Make-A-Wish Foundation - Wikipedia
  9. How Many People Died Because of Batkid? - Gawker, Hamilton Nolan, dezembro de 2013
  10. Philanthropists rescue S.F. from $105,000 in Batkid costs. Matier & Ross, San Francisco Chronicle January 19, 2014
  11. 11,0 11,1 Peter Singer: The why and of Effective Altruism - TED2013
  12. 12,0 12,1 Unicef Child Mortality Report 2015
  13. A viagem de duas bolivianas com doença de Chagas para salvar suas vidas, Revista Época, junho de 2012
  14. Rwandan genocide - Wikipedia
  15. Rwandan genocide - Wikipedia
  16. 16,0 16,1 Slovic, Paul. "If i look at the mass i will never act: Psychic numbing and genocide." Emotions and risky technologies. Springer Netherlands, 2010. 37-59.
  17. Rwandan genocide - Wikipedia
  18. Rwandan genocide - Wikipedia
  19. 19,0 19,1 19,2 https://en.wikipedia.org/wiki/Malaria#Epidemiology
  20. Treinar um cão guia custa até R$ 30 mil e Brasil precisa importar para suprir demanda - Globo Rural 2012
  21. How Much Does A Guide Dog Cost?, sep 2017
  22. Himalayan Cataract Project
  23. The Failure of One Laptop Per Child - Audrey Watters, HackEducation 2012
  24. Lee, C.T. et al. “Parachuting for charity: is it worth the money?” Injury, Int. J. Care Injured 30 (1999) 283‐287. Conforme citado por Todd, Benjamin. 80,000 hours. 2016.
  25. If You’re Trying To Help Cancer Patients, Be Careful Where You Donate Your Money
  26. Cancer Charities Agree To Dissolve Amid Fraud Claims, Forbes, maio de 2015
  27. [1]
  28. [2]
  29. High impact Jobs
  30. Earn to give
  31. Meet the couple who live on six per cent of their income so they can give away $100,000 a year 'to whoever needs it most' - Daily Mail, 12 outubro de 2016.
  32. Peter Singer: O "porquê" e o "como" do altruísmo eficaz - TED Talk 2013
  33. The Saturday interview: Toby Ord and Bernadette Young on the joy of giving - The Guardian December 2011
  34. GiveWell Real Change for your Dollar. William Meehan III, Davina Drabkin. 2013
  35. Think like a freak - Chapter 6: Like giving candy to a baby. Steven D. Levitt, Stephen J. Dubner. 2014
  36. Smile Train - Wikipedia